A Mostra Baixada de Teatro, que contará com a participação da Cia. Cerne (São João de Meriti), da Cia. de Arte Popular (Duque de Caxias) e da Trupe Investigativa Arroto Cênico (Nova Iguaçu), entra em cartaz na semana do Dia da Baixada, comemorado no dia 30 de abril. A programação acontece no Sesc de São João de Meriti, onde os coletivos apresentarão os espetáculos “Joio”, “A Farsa do Amor Acabado” e “Borra”, respectivamente.

Com pesquisas e linguagens distintas, os três espetáculos dão um pequeno panorama da atividade teatral na Baixada Fluminense, que cada vez mais se solidifica e se organiza para conquistar mais e mais espaço no cenário cultural do estado. Entre fevereiro e março, os três coletivos se juntaram a outros 14 grupos na Mostra Baixada em Cena, que levou diversas atividades, entre apresentações, debates e palestras, para as Bibliotecas Parque. Na atual mostra proposta pelo SESC, os espectadores terão a oportunidade de assistir aos três espetáculos – todos já premiados em festivais pelo país – de forma gratuita.

Espetáculo "Joio". Foto: Diego Pisante.

Espetáculo “Joio”. Foto: Diego Pisante.

JOIO – Cia Cerne

Nascido de um estudo sobre a traição, “Joio” conta a história de Jéssica, adolescente que tem a trajetória de sua vida alterada a partir do agravamento da dependência química de sua mãe. Jéssica divide-se entre proteger suas irmãs ou proteger a si mesma. Joio fala sobre tragédias urbanas contemporâneas que raramente se tornam conhecidas. O espetáculo dá nome a estes personagens anônimos, que vivem em um grave e constante universo de violações, sujando-se de afeto e rancor, vacilando entre a esperança e o trauma, em um espaço onde o medo e a incoerência de ser humano conduzem cada ação.

A Farsa do Amor Acabado. Foto: Marcio Leandro.

A Farsa do Amor Acabado. Foto: Marcio Leandro.

A FARSA DO AMOR ACABADO – Cia de Arte Popular – 14 anos

De autoria de Cesário Candhí, a peça vasculha e coloca no palco os sentimentos e comportamentos humanos, num misto de realidade fictícia ou ficção realista, com os elementos da cultura popular. Sete atores, numa pracinha qualquer, de uma cidade qualquer, interpretam, tocam, cantam e contam a história da chegada de Tonho e Aderaldo, que retornam a cidade natal por motivos distintos. Vão pagar mil promessas, vão vencer provações, mal do amor acabado, vão tirar dos corações.

"Borra". Foto:  Duda de Marco.

“Borra”. Foto: Duda de Marco.

BORRA – Trupe Investigativa Arroto Cênico – 18 anos

Livremente baseado no universo realista de Plínio Marcos, o espetáculo texto trata das relações conflituosas de oito personagens que têm seus destinos cruzados dentro de uma cela. A montagem provoca um discurso a partir das imagens simbólicas de oprimido e opressor: os presos que estabelecem uma ordem dentro da cela, o sistema carcerário que estabelece uma ordem dentro da prisão, a justiça que estabelece uma ordem no sistema, o governo que instaura a sua justiça e a sociedade que compactua, mostrando um sistema frágil em todas as suas relevâncias. A ação se basta num interior único, e transcorre segundo uma dinâmica peculiar criada pelo constante confronto entre poucos personagens.

SERVIÇO – MOSTRA BAIXADA DE TEATRO

Local: SESC São João de Meriti – Av. Automóvel Clube, 66 – Centro, São João de Meriti

PROGRAMAÇÃO:
Dia 28 de abril, 19h – JOIO – Cia Cerne – 14 anos
Dia 29 de abril, 19h. – A FARSA DO AMOR ACABADO – Cia de Arte Popular – 14 anos
Dia 30 de abril, 19h. – BORRA – Trupe Investigativa Arroto Cênico – 18 anos

ENTRADA GRATUITA